26/09/2010



Deixaste-me presa contigo, no lugar mais encantador do teu mundo. Passámos momentos a sorrir, a sentir, a sonhar, a concentrar todo o amor um no outro, eu sabia que me amavas e tu sabias que nunca iria fugir dali, mas não iria adivinhar que todo aquele sentimento fosse tão escasso. Desapareceste por largos tempos. Rápido o lugar que existia era apenas medonho, gritava vezes sem conta, ficava horas á espera de ver um vulto ao longe, mas nada surgia, não conseguia libertar-me. Hoje abriste a porta desse lugar e saltei para os teus braços, já tinha saudades do teu olhar verdejante, mas tu não reagias, tinhas atrás uma outra pessoa que iria contigo para aquele lugar. Nem senti dor ao ver como estavas bem, comecei a correr senti a liberdade a invadir-me, como era saudável aquele ar limpo, sabia que não merecias aqueles tempos todos que estive presa a ti(…)

7 comentários:

Obrigada pelo teu comentário! As críticas fazem-me crescer e os elogios não me sobem o ego, simplesmente me fazem continuar a escrever ainda mais :)